segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Poder de mãe

Ao lado dela
Na noite em que começava o culto sereno
Vi a felicidade de perto
Quando em fila todos aguardavam
As bênçãos da ceia e da partilha

Ela olhou nos olhos da moça
Pediu licença com um gesto simples
E com a graça da ternura lhe foi concedido
Um lugar na imensa fila

Eu observei cada movimento
E em dado momento
Pensei em aguardar minha vez
A oportunidade de pedir à alguma boa alma
Um lugar ali

Porém não foi preciso
Minha mãe abriu caminho
Estendeu sua mão e colocou-me à sua frente
Como sempre fez toda vida

Ela passou na frente como Maria
Abriu caminho para sua filha
E humildemente serena
Acompanhou estes passos
Na proteção de um amor imensurável

Em nome de Cristo agradeço a Deus
No seu amor grandioso me fez crescer em um lar de anjos
Um ninho de leveza e fé
Com sorte serei para o meu filho
Um pouco de tudo o que ela, para mim, é!



Nenhum comentário:

Postar um comentário