sábado, 9 de janeiro de 2016

Acredite em quem não para

Levanta-te no novo dia
Renove as energias
Faça a promessa de que não permitirá
Um amanhecer igual ao outro
Plágio de sofrimento antigo

Reinvente os pensamentos
Não siga pegadas
Pise onde seus pés
Possam registrar novas memórias

Toda descoberta é alento
Todo novo jeito
É conhecimento
Então tente, experimente
Saia do casulo
Amplie sua mente

Abra o mapa
Mas feche os olhos
Nele deslize o dedo
E tome novo rumo

Mas saiba que esse mapa
Não é feito de papel
É feito de carne e sangue
Dentro do teu peito pulsa
E não se engane
Esse vidente
Nunca erra!

Nenhum comentário:

Postar um comentário