terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

HOJE

Hoje não quero pensar. Só hoje me darei o luxo de escolher a ignorância. Farei isso porque pensar também cansa! Cansa escolher e hoje quero ser escolhida. Quero todos os mimos me cercando. Se pudesse me enfiaria no ventre de minha mãe só para ter quem me carregue. Hoje estou carente... Carente de paz. Quero deitar num colo vigilante, amoroso e silencioso. Quero fechar os olhos, desenrugar a testa tão contraída por tantas preocupações. Hoje cancelei o compromisso com o mundo e Deus há de me perdoar. Hoje eu realmente farei jus ao egoísmo, caso alguém o tenha me dado. Hoje vou me importar comigo de um jeito particular. Vou colocar no cofre do esquecimento quem me é indiferente. Hoje vou agarrar apenas as minhas vontades e serei sem dó a criança rebelde. Hoje, só hoje não vou olhar para o lado. Hoje darei de ombros aos julgamentos alheios. Hoje não vou comprar nenhuma culpa por ser feliz. Hoje eu quero mandar a inveja para aquele lugar! Hoje não vou compreender ninguém. Ai de quem me perturbar hoje! Hoje eu quero justiça. Quero que caia de joelhos as injúrias, as maldades, as inimizades, a falsidade e a hipocrisia.
Porque hoje é meu presente e está na minha posse.
E só por hoje, não preocuparei o amanhã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário