terça-feira, 24 de maio de 2016

Ama-te para amar!

Vejo amor falado.
Erguem-se placas de frases feitas:
Mais amor por favor!
Todos pedem... Todos querem... Ninguém doa!

É como a fraternidade que se faz em uma hora de missa:
"A paz do senhor", num apertar de mãos gélidas,
Tão robóticas e breves, com aquela pressa
De quem só quer cumprir a tarefa.

Quem será capaz de desejar profundamente
A felicidade e a paz do próximo
Quando a própria encontra-se perdida
Entre desejos fúteis e dores procriadas?

Quem, além de santos desprendidos
Dessa escravatura moderna
Saberá caminhar alheio aos pecados
E pecadores que tanto insistem em vigiar-nos?

Amor... Amar...
Palavras curtas de vasto significado.
Verbos que deveriam ser substantivos concretos
Palpáveis, reais.

Não existem amores melhores ou perfeitos.
Amor é amor, no sentido enxuto da palavra.
É uma emoção cativante e realizadora.
É algo que não se pede, se merece.

" Amarás  o teu próximo como a ti mesmo".

Como tens te amado?
Desejo verdadeiramente que sua resposta tenha
Mais exclamações e menos reticências
Para emergir em ti a verdade que te falta
Para seguir confiante de que seu lugar e de todos nós
É onde mora a felicidade.















domingo, 22 de maio de 2016

Calmaria noturna

Há na serenata noturna
Uma vida que se exibe calma
Com a misteriosa névoa soturna
A revelar aos poucos os desejos da alma

Uma brisa leve e fria desce
E se deposita lentamente no chão
Uma carícia gelada que aquece
Aqueles que cantam em união

Estrelas encobertas 
Luar adormecido
Corujas despertas

Grilos agitados
Vento em procissão
Sonhos acordados.





quinta-feira, 19 de maio de 2016

Coroação da Terra

O vento sopra no vale que some ao horizonte.
Do alto, um Sol que tudo vê
Aquece gentilmente o topo da montanha calada
Tão inerte e tão viva!

Flores desabrocham no tempo
Debaixo de um céu que acolhe a oferta primaveril
Para enaltecer a grandeza encapsulada
Presa em uma atmosfera
Num ato de amor que preserva
Toda forma de vida.

Estrelas surgiam reluzentes na noite
Enquanto a Lua chorava
Por não ter a sorte de ser luz.

Foi então que o universo se moveu
E se alinhou.

O Sol generoso rebateu sua energia à Lua
Que agora, se faz Luz intensa
Na noite mais densa e fria
Uma rainha doando com alegria
O mesmo amor captado.

E a Terra é coroada noite e dia
Por um Sol que nos aquece
E uma Lua que nos guia.






terça-feira, 17 de maio de 2016

Que assim seja.

Que eu seja amor quando me guardarem rancor.
Que eu perdoe palavras ferrenhas
E que me perdoem os defeitos
Nascidos de dores mal curadas.

Que meus instantes gravem amor.
Que meu silêncio dê espaço à voz de Deus.
Que a minha distância seja apenas carnal
Posto que o essencial
Vem da alma.

Que as minhas feridas não sejam motivo para ferir.
Que as minhas mágoas não apaguem os momentos bons.
Que eu possa fazer da minha passagem 
O melhor que um caminhante pode fazer
Diante das bagagens que lhe são conferidas.

Que meu escudo seja pacífico.
Que todo amor se dirija a mim fundado na verdade
Que me sobre carinho onde faltar amizade.

Que o Céu mostre a verdade
Cegamente incompreendida por quem
Apenas quer da vida
O que os olhos podem ver.

Que os anjos que circundam minha aura
Carreguem os dons necessários
Para revelar oportunamente
O tudo que desejo em minha mente
A eterna paz de uma calma
Capaz de curar qualquer coração dormente.









segunda-feira, 16 de maio de 2016

O pássaro das manhãs

Uma manhã turva de névoa e um pássaro que grita.
Montanhas escondidas sob o manto de partículas do céu.
Uma mente inconscientemente se agita:
Que coisas mais escondem-se debaixo desse imenso véu?

Mais uma vez o pássaro grita estridente!
Seria uma sinestesia matinal incontrolável?
Seria a liberdade de um voo admirável
Ou uma dor que outrora era dormente?

Mas, já não o ouço mais...
Suas asas devem ter alcançado novo rumo.
Seu coração deve estar em paz...

Eis que eu presumo:
Não é que o pássaro tenha me abandonado,
Meu coração antigo é que dormia acordado.








domingo, 15 de maio de 2016

Leave a good memory and be eternal

Places...
There are places that makes us feel alive.
Places...
The most beatiful one: a heart that carry a soul.
Could you imagine living in a soul?
A soul that will carry you forever, not for obligation but for love.
To be somebody´s happiness and live their freedom.
Look, I know that sounds crazy, but, try... Try to imagine how far you could go if somebody´s memories always revive your smiles, hugs and words.
What is the best memory you can leave now?
Do your best. Leave a good memory and be eternal.


quinta-feira, 12 de maio de 2016

No meu lugar

Um dia, três passarinhos começaram a discutir a respeito de suas dores.

O primeiro passarinho era cego e dizia assim:

- A minha dor é muito maior do que a de vocês! Vocês podem ver todas as maravilhas do mundo e eu, nessa escuridão, tenho que me contentar em imaginar. Queria ver vocês no meu lugar!

O segundo passarinho, que não tinha uma de suas asas, assim respondeu:

- Que nada! Ao menos você consegue sentir o vento na cara e desfrutar da liberdade de voar. Eu nasci passarinho e não posso voar! Tenho que me contentar em ficar preso ao chão, vivendo de migalhas... Queria ver vocês no meu lugar!

O terceiro passarinho não tinha nenhum problema físico e assim se manifestou:

- Eu sinto dor... Muita dor!

Os outros dois sem entender direito o que se passava disseram:

- Como assim? Você é saudável, não tem problema algum! Não há motivo para sentir dor!

Então, o terceiro pássaro calmamente respondeu:

-  É que me dói quando amigos me desejam aquilo que lhes fere.









terça-feira, 10 de maio de 2016

A vida em poesia - Helvetia Edições

É com imensa alegria que lhes apresento mais uma linda coletânea de poesias da qual eu também faço parte.
Este livro veio da magnífica iniciativa da escritora e diretora geral da Helvetia Edições Jannini Rosa, autora dos livros Faces de Malala e Grito de liberdade I e II.
O lançamento desta obra ocorreu em Lisboa, onde alguns escritores recitaram seus textos e assistiram palestras incríveis.  São mais de sessenta autores talentosos com lindíssimas poesias. A arte estampada na capa é de Rosiana Stopa. Vale a pena conferir!





sábado, 7 de maio de 2016

Arabescos de Deus (À MINHA MÃE)

Mãe,
Toda vez que ouço Debussy sinto paz.
Não a mesma que envolve os teus abraços
Não a mesma que sai dos teus olhos
Mas daquela que se encontra dentro de sonhos
Escondidas num segredo infantil
Desses que se cruza os dedos
Para selar o juramento.

Mãe,
Cruze os dedos agora.
Quero contar-te um segredo
Para que fique guardado
No íntimo mais profundo
Talvez, na alma.

Sabe, tenho muito medo da despedida...
Mesmo sabendo da eternidade que nos sonda
E mesmo acreditando na verdade da continuação da vida,
Eu tenho medo.

Ninguém além de você saberia dizer as palavras certas
Para acalentar esse meu coração tão bagunçado.
Ninguém além de você conhece tão bem meus defeitos
A ponto de tratá-los com tua tamanha misericórdia.

Mãe,
Vamos fazer um pacto?
Já ouviu a música Arabesque de Debussy?
Peço que a ouça com atenção.
Toda vez que ela tocar será um sinal para conversarmos.
Essa será a nossa música, agora e para sempre.
Assim, quando não mais estivermos perto uma da outra,
Bastará a melodia para estarmos novamente juntas.
A música atravessa qualquer barreira.

Perdoe-me por ter um amor tão egoísta...
É que a sua presença me faz muito bem.
Saber que tenho alguém que me ama tão profundamente
Faz a minha própria vida ter um valor inestimável.

Hoje sou filha e mãe, nessa ordem.
Primeiro eu fui cuidada e agora eu cuido.
E quero que saiba, aqui há um colo mais evoluído
E uma força que herdei de ti.

Sendo assim, mãe, não tema coisa alguma
Pois da mesma forma que me ama, eu te amo.
Sempre que precisar, pararei o que quer que eu esteja fazendo
Para atender o que quer que clame.

Os arabescos de Deus são nossos laços
Desenhados sob a forma de um amor eterno
E na eternidade não faltarão abraços
Prometidos em nosso pacto fraterno.
















quinta-feira, 5 de maio de 2016

Only You

There is a feeling deep inside my soul
And no one can tell me what to do.
Since there is no way to drop it off
My only option is to accept it as a misterious gift from You.

Seems like all my words have thorns...
Even the most beautiful and sincere ones 
Can leave big scars in beloved hearts.

Sorry is so easy to say
And so difficult to forgive...
But please, stay
Only You can understand the way I live.

Only You have the perfect faith in me
Only You can cure my deceptions
Only You can show me the true way
Only You have my entire connections.

My bare feet wants the vivacity of green fields
My naked hands wants the warm sun
My lips needs Your shield
And my soul needs Your bun.

Let me look by Your eyes
And see the greatness of life
As a lovely rose that makes me realize
Everything comes from Your light!







segunda-feira, 2 de maio de 2016

Cinzas da noite

A noite farta-me de dúvidas...
Há um sereno denso e frio que me cerca.
Inútil lutar...
Aos poucos faço amizade com o inimigo
Que nasce em mim por minha culpa
E joga xadrez com meus sentimentos
Avançando cavalos indomáveis
Rumo às mágoas ingenuamente escondidas.

Tenho feridas que não me pertencem
E curas desgarradas.
Busco um abraço assertivo de algum amigo
Que me foge.

Que palavras tenho eu
Para descrever um espaço
Num enorme breu?

O mistério é cinzento...
É o meio termo entre o preto e o branco.
Não há lados para escolher, posto que qualquer escolha
Que o envolva se resume em devaneio.

A noite me cala mas não me pacifica.
A Lua não apareceu para mim.
As estrelas só brilham no pensamento
Quando este último consegue me enganar.

Fecharei meus olhos.
Quem sabe essa dor que não é dor
Decida colher lágrimas
Em outro lugar.








domingo, 1 de maio de 2016

A message to Celine

Life can be tugh sometimes but remember, even the most hard winter has an end.
A tree lost its leafs a several times, but nothing can easily break down the root.
Your root is well planted, you just have to calm down and feel it. There is an wonderful connection with you right now and forever. This connection comes from a truly love.
One heart never stops beating while other heart feel it alive.
I know that your house seems empty... I know that your stomach aches every single time you have to aproach the wardrobe... I know that some photographs, and messages, and videos are hard to see... This missing feeling will be forever, but it will come to a point that this same missing will not hurt you anymore. Someday all the pieces will be together, believe in me.
Pray for peace. Sing. Write. Let the internal rose grow.
Your voice achieves the sky and crosses frontiers.
You'll never be alone. Be okay.

Love,

Lya

Os sons da vida

O som da vida não vem exatamente das batidas do coração. Vem dos anseios que movem os passos na direção dos barulhos interiores, no intuito de encontrar um caminho pacífico e silencioso.
A verdade é que silêncio não existe, e isso é bom.
Ora, uma manhã sem o canto dos pássaros tem a canção dos grilos. Uma noite sem o pio de uma coruja tem o clamor dos ventos. Até mesmo o espaço que existe entre o Sol e a Lua emite o som da eternidade e para ouvi-lo, basta sonhar.
Dizem que a vida é curta...
Fosse verdade, não haveria motivo para a vastidão dos céus. E a vida também acontece lá.
Pense bem na palavra VIDA.

Ela só tem IDA, porque não importa o que aconteça, ela sempre continua.