quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

PoeticaMENTE

E se a poesia for apenas
Breves fragmentos da alma
Se desprendendo do íntimo
Para encher o coração?

Quem sabe conste ali
Todas as existências
E todos os porquês.

Almas são vivazes
Complexas
Codificadas segundo a unicidade de cada um.

Posso ter nascido e morrido várias vezes
Mas há uma parte de mim
A mais singela e mais nobre
Que se derramou entre o tempo
E a eternidade.



















Nenhum comentário:

Postar um comentário