sábado, 22 de dezembro de 2018

Ensinamentos de Natal

Precisamos refletir o presépio que ano após ano enfeita as lojas, shoppings e igrejas. Temos a imagem de um bebê numa manjedoura, uma mãe e um pai ajoelhados, reis, animais e uma estrela incandescente no alto. Independente do que você acredita, é possível trazer essa imagem para uma perspectiva filosófica. Em primeiro lugar, quando nasce um bebê, nasce um pai e uma mãe que, com humildade "ajoelham-se" todos os dias para atender as necessidades de seu filho. Eles não possuem escolha, não há hora e nem lugar, param com as suas rotinas no primeiro choro. Abdicam-se, na maior parte das vezes, de seus próprios sonhos e o fazem sem nem perceber. Depois temos três reis e diversos animais no mesmo recinto. Isso mostra que somos todos iguais, que ninguém está acima de ninguém, pois pisamos o mesmo chão, vivemos sob o mesmo céu. Eles oferecem presentes ao bebê que nada tem, num ato de verdadeira caridade e compaixão. Por fim, há uma estrela reluzente acima de todos simbolizando que a sabedoria está ao alcance geral, basta inclinar-se para o alto.
Em um único presépio nós temos, humildade, caridade, família e sabedoria.
O natal faz um convite à reflexão. Seja humilde para perceber suas faltas, seja humilde com as faltas alheias. Seja caridoso, doe o que você tem de melhor, de verdadeiro, de precioso. Seja caridoso e fique em silêncio caso uma ofensa lhe seja dirigida. Seja caridoso e ore por quem te detesta. Perceba os dons da sua família. Perceba também as dores e lhes conforte. Ajude mais seus pais, seus irmãos e seus filhos. Pergunte-lhes todos os dias como se sentem, quais seus maiores sonhos. Seja curioso para com os seus afetos e repila a ideia de que já os conhece bem. A família é a primeira missão de todos nós. Nosso desempenho no seio familiar mostra muito do desempenho que teremos com a vida no geral. Seja sábio, coloque-se como aprendiz da vida em todos os seus aspectos. Se você julga ter muitos conhecimentos, repasse-os com cuidado e amor. O sábio não humilha, não se vangloria, não se envaidece. O sábio se cala, observa, estuda, procura aprender com tudo e com todos. O sábio se apequena para engrandecer o próximo. O sábio sabe que nada tem e fica feliz com isso.
Neste natal, desejo que todos esses ensinamentos façam morada no seu coração, e que você possa ser luz por onde passar.

Lya Gram

Resultado de imagem para presépio de natal