terça-feira, 16 de fevereiro de 2021

M(A TI)CO

Fazia algum tempo que eu sonhava contigo. Cheguei a compor textos inspirada pela luz da sua alma. Eu pedi você, ah, como pedi! Fechava os olhos e era a sua imagem que aparecia e vc nem carne tinha ainda. Mas já estava lá, com toda grandeza de um ser esplêndido e encantador. Sempre amável, gentil, chegou de mansinho, sem alarde. Algum tempo se passou e eu finalmente te descobri, escondido no meu ventre. Achava que veria apenas um "feijãozinho" no ultrassom. Mas você já acenava com os bracinhos pequeninos. Eu chorei de emoção. Foi um sentimento intenso e puro. Eu achava que cuidaria de você, mas foi você que cuidou de mim. Passei a comer melhor, me exercitar, me amar. O meu sentimento era o de poder desbravar o mundo. Ganhei uma coragem que até então desconhecia. Eu andava confiante e feliz. Plenitude, foi isso que senti. Eu sentia cada movimento, cada minúsculo movimento. Apurei todos os sentidos para captar a força da sua presença em mim. Eu cantava a música do anjo querubim, alisando a barriga toda brilhosa. Fiz o quadrinho da porta da maternidade imaginando a sua cor predileta, que no meu entender, era verde. Passava dias procurando na internet os enfeites para o seu quarto. Leões, macaquinhos, girafas... Natureza, vida e esperança. Claro que não podia faltar um lustre de balão, o elemento dos sonhos, da magia e da leveza. Cada detalhe foi pensado, para retribuir o amor que nasceu em mim. Filho, meu doce e amado menino, meu moleque coquico, meu tico tico, você é desbravador, é guerreiro. Enfrentou minha inexperiência, minhas inseguranças, meus medos, mas também conheceu vários recomeços. Vivemos juntos tanta coisa não é? E hoje, quando eu me sinto balançada diante dos desafios do mundo, percebo quanto tenho a te agradecer. Por diversas vezes você, mesmo sem saber, me devolve aos eixos. Seu sorrisinho, suas perguntas, seu jeitinho meigo e sincero, suas sapequices. Eu te amo meu menino, muito mesmo. Obrigada por aceitar essa mãe cheia de falhas. Eu não vou descansar meu bem, essas falhas estão na minha mira. Derrubarei uma por uma, porque você merece para sempre o melhor de mim.







Nenhum comentário:

Postar um comentário