Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2021

A magia do espelho

Uma vez eu conheci uma menina doce. Ela inventava passos de ballet sem saber o que era plié ou fondu. Ela simplesmente se entregava ao que vira uma vez pela televisão: lindas meninas vestidas de saia de tutu, rodopiando toda graça e beleza. Ficava hipnotizada com o movimento leve das mãos e punhos, ao que ela associava a plumas de ganso flutuando harmonicamente num sopro suave de vento. O espelho enferrujado do quartinho dos fundos a viu ensaiar algumas vezes. O sol também a viu por minúscula fresta da janela entreaberta, reluzindo num raio o holofote de um palco vazio de gente. Era só ela e a música imaginária, uma mistura de flauta, piano e harpa. Os pés tortos nunca a incomodaram. Ela erguia o calcanhar ao máximo, colocando nos dedos o peso de seu corpinho magro. E apesar do esforço, nada era dor. Com os olhinhos fechados, quase levitava. Vez ou outra ela desequilibrava, mas a queda era parte de um desafio entre ela e um sonho: ser uma bailarina.  Encontrou encostada na lateral da v

Carta a Deus

Imagem
  Deus, Criador nosso e Senhor de todas as coisas. Hoje venho com o coração humilde, porém grato, muito grato, por Sua Santa Providência. Em todos os momentos eu desejo viver em Ti, e naqueles em que as provações se tornam fardos um tanto pesados, é no Teu colo que entrego meu espírito. É o Senhor o primeiro ouvido e o primeiro ombro. É o Senhor que sempre sorri e chora comigo. É o Senhor, a quem eu desejo merecer chamar de Pai. É a Sua voz que ouço quando busco o silêncio das montanhas. É a Sua Luz que invade a janela da minha alma quando a alegria me encontra. É o Teu sopro que sinto, quando a face brilhosa de lágrimas agonia as esperanças. Obrigada meu Pai, por me permitir florescer como a uma rosa, que abraça os espinhos para finalmente desabrochar voltada para o céu. Obrigada por me deixar voltar para casa de vez em quando, e sentir a acolhida gentil, como num final de tarde na rede de deitar todo amor e ternura. Obrigada por me acolher na sombra da Sua árvore da vida. Obrigada po