Sol de Outono

Há um Sol de Outono
Nesses olhos.
Há uma luz branda
Que faísca pequenos passos
E grandes sonhos.

E nessa coisa de existir
Persistir parece insano
Mas há um Sol de Outono
Que insiste tanto
E mais
Que ao nascer
Faz brilhar todo ano
A fagulha perpétua da esperança.




Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Diálogo: Muito X Pouco

Somos heróis

Necessidade da Caridade Segundo São Paulo