Documentário Três Estranhos Idênticos - Ensaio sobre uma ciência desumana

 


Boa tarde, queridos leitores!

Hoje eu assisti o documentário Três Estranhos Idênticos no Netflix e confesso que chorei de raiva e tristeza. Trata-se de um reencontro inesperado de três gêmeos separados na infância. Até aí a notícia é linda! O que estava por trás da separação porém, é de causar náuseas! Não vou contar com detalhes as tramas dessa história, pois espero que vocês não se detenham às minhas impressões e assistam para tirar suas próprias conclusões. Mas eu venho usar este espaço para dizer que a ciência sem humanidade deve ser sempre combatida e denunciada. Somos seres humanos dotados de múltiplas habilidades e se não soubermos progredir sem maiores danos ao meio ou aos semelhantes, então, nada nos separa da ignorância animal. Pensar que um ato tão generoso e lindo como a adoção pode ser usado para um estudo obscuro e perverso, mostra com toda clareza a importância de estarmos conscientes e despertos a TODO MOMENTO. Pensar nesses irmãos, ainda pequeninos, sendo testados e avaliados, sem que seus pais soubessem o REAL PROPÓSITO, dá nojo. Agir às escuras, ainda que se tenha como objetivo um SUPOSTO AVANÇO CIENTIFICO, é desleal, é desumano, é desonroso. Saber que enquanto as crianças brincavam, eram meros objetos de estudo, sendo rotuladas por supostos "doutores", esses últimos, para mim, representantes da mais PERFEITA IGNORÂNCIA, é cruel. Então NÃO, NÃO SE PODE TUDO EM NOME DA CIÊNCIA! No caso citado, o dano causado às famílias foi devastador de todas as formas possíveis. Por isso eu digo, cerque-se de VIRTUDES, só assim você saberá diferenciar o bom do ruim. Cerque-se também de SABEDORIA para agir com mais assertividade. Não se cale diante da MALDADE, nada, jamais justificará o ABSURDO. 

Por fim eu encerro dizendo que TUDO O QUE É EM PROL DO AMOR SÓ DEVE NASCER PELO AMOR.   

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Diálogo: Muito X Pouco

Somos heróis

Necessidade da Caridade Segundo São Paulo